Lembro que sempre tem como trocar a lâmpada.


Sinto tanto dentro de mim que, as vezes, transborda.

Desenho cenários irreais, imagino reações dramáticas e finais melancólicos que quase nunca acontecem.

Só que eu sinto e sinto tanto que transborda.

Sei que é invenção da minha cabeça e que de tanto pensar e pensar e pensar, acaba que parecem reais. Eu, de tanto criar, consigo viver diversas histórias com os mesmo personagens.

E eu sinto, sinto tanto que transborda.

Mergulho nos meus sentimentos e acho que vou afogar; dar nome a cada um deles é incrível e me assusta.

Como posso sentir tanto a ponto de transbordar?

Se eu…


Um dos tantos tombos que eu tomei tentando pedalar clipada

Pode parecer que foi uma promessa de ano novo. Mas não foi.

E também não vou começar dizendo que o ano começou diferente pra mim, porque seria injusto com toda a minha caminhada até chegar aqui.

Em resumo: eu mudei e, depois disso, tudo mudou.

Meu objetivo nesse texto não é te falar que você será uma pessoa melhor e as coisas vão dar certo se você começar a acordar 5h da manhã e treinar 3h por dia, até porque, provavelmente, você não precisa disso e dar certo é relativo (rs)

Aqui eu conto um pouco dos bastidores do caminho…


Começos são incertos.

4 semanas atrás eu dei start em 2 atividades 100% novas na minha vida: treinamento para o IronMan 70.3 e carreira executiva na KraftHeinz.

Nunca pensei que seria fácil, mas também não conseguia mensurar qual seria o tamanho do desgaste.

Só que é aquele esquema né: trazer os pensamentos para o presente e fixar a ideia de“só por hoje” e assim viver um dia após o outro. Respeitando os meus limites e tendo em mente que quem sofre antecipado, sofre 2x.

Confesso que nas 3 primeiras semanas eu chorei todos os dias. Um mix de sentimentos que…


Essa semana eu perdi a correntinha que o senhor me deu e eu já revirei tudo aqui, não sei mais onde procurar.

Perdê-la me fez sentir um vazio enorme. Como se eu tivesse que, pela primeira vez desde a sua morte, lidar com a sua partida.

Eu coloco a mão no meu pescoço na esperança de encontrá-la e nada.. já pedi a São Longuinho, fiz promessa, tentei de tudo…

A verdade é que eu te sentia perto de mim quando usava esse colar. Era acolhedor.

Já se passaram 2 anos…

Sabe vô, eu sinto saudade de você. Do seu abraço…


Você consegue pensar qual foi a maior decisão que já tomou na vida?

  • Sair de casa?
  • Ter um filho?
  • Mudar de emprego?
  • Pedir demissão?
  • Largar a faculdade?
  • Afastar de uma pessoa?

Independente do que seja, se você ainda não passou por isso, certamente um dia vai passar.

A primeira grande decisão que tomei foi com 14 anos quando decidi que mudaria do Sul de Minas para Americana para jogar basquete. Não, eu não segui essa carreira, mas foi o primeiro passo para eu aprender sobre ter coragem de mudar!

Não é novidade que vivemos em uma geração que quer tudo…


De longe o que mais me ajudou em todas as entrevistas foram as inúmeras horas de terapia que já tive.

Não é a toa que dizem que a base do marketing pessoal é o autoconhecimento.

Nesse texto, vou compartilhar algumas das perguntas que eu tive que responder no último mês e elas podem ser um norteador para te ajudar a se preparar e conseguir o trabalho que procura.

Foram elas:

  • O que você busca (como ambiente de trabalho e vaga)?
  • Você acha que já fracassou em alguma situação? Como foi? O que faria diferente?
  • Se você fosse palestrar em um…


Eu bem felizinha em um dia aleatório!

Tive que me preparar para fazer uma apresentação de 10 minutos sobre quem sou eu.

Confesso que acho muito difícil responder quem é a Gabriela.

Dá a ideia de algo estático e eu sou fã número 1 do dinamismo.

É aquele velho clichê: eu não sou, eu estou.

A verdade é que autoconhecimento é um caminho que não tem fim.

E ainda tenho muito que me conhecer, muito o que experimentar e entender as surpresas que a Gabriela encontrará e será como mulher, mãe, filha, funcionária, empreendedora, triatleta e por aí vai.

Procurando qualquer ideia de pertencimento, volto e apresento-lhes…


Na foto tem minha irmã mais velha, eu e minha mãe que na época era executiva na IBM.

Eu nunca me arrependi de ser transparente nos processos seletivos.

Meu propósito de vida é ser mãe!

Por muito tempo me disseram para não contar isso em entrevistas de emprego, afinal, poderia me afastar de qualquer possibilidade de uma vaga de executiva.

Mas a verdade é que querer ser mãe faz parte da Gabriela que estou construindo e que tanto me orgulho.

Eu quero ser para alguém o que minha mãe é para mim e isso me motiva a trabalhar e estudar muito, cuidar da minha saúde física e mental, ter atenção na alimentação, buscar uma vida equilibrada, fazer planejamento…

Gabriela Melo

Treinando para o meu primeiro IronMan 70.3. Nesse espaço compartilho minha jornada e várias versões da Gabriela. Sejam bem-vindos!

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store